Cardiologia Intervencionista

A cardiologia intervencionista realiza diagnósticos cardíacos e tratamentos não cirúrgicos, ou seja, procedimentos realizados através de cateteres, instrumentos e dispositivos minimamente invasivos que são utilizados para:

  • Restaurar o fluxo sanguíneo saudável para o coração;
  • Reparar ou substituir as válvulas cardíacas danificadas ou em mal funcionamento;
  • Reverter condições perigosas, tais como insuficiência cardíaca congestiva;
  • Reduzir o risco de ataques cardíacos e derrames

Cateterismo cardíaco


Cateterismo cardíaco é um procedimento minimamente invasivo em que utilizado para examinar o coração para detectar alguns tipos de problemas. A maioria das pessoas que faz o cateterismo cardíaco é submetida a uma angiografia coronária.

Saiba Mais

Serviços diagnósticos de cardiologia intervencionista

Procedimentos Terapêuticos em Cardiologia Intervencionista

Angioplastia e colocação
de stent no coração


Angioplastia e colocação de stent no coração (também conhecida como Angioplastia Transluminal Coronaria ou ATC) é para abrir artérias estreitadas ou bloqueadas através da colocação de stents (dispositivos de suporte tubular de malha que podem ser metálicas ou de material reabsorvível, com ou sem medicação) para restaurar o fluxo sanguíneo saudável para o coração.

Saiba Mais

Substituição da
Válvula Aórtica Transcateter


Substituição da Válvula Aórtica Transcateter é um procedimento realizado com cateter para substituir uma válvula aórtica sem remover a válvula danificada. Também conhecido como Implante Transcateter da Válvula Aórtica (TAVI), este procedimento é uma alternativa à cirurgia de coração aberto para pacientes de alto risco.

Saiba Mais

Valvoplastia percutânea
por balão


A valvoplastia percutânea por balão, que é a inserção do cateter e a colocação de um balão em miniatura que é para abrir uma válvula cardíaca estreitada ou bloqueada.

Saiba Mais

Procedimentos estruturais
do coração do adulto


Procedimentos estruturais do coração do adulto, tratam defeitos congênitos do coração, como a comunicação interatrial (furo na parede que separa as duas câmaras superiores do coração), defeito do septo ventricular (furo na parede que separa o coração Duas câmaras inferiores), ou estenose da valva pulmonar e outros defeitos congênitos do coração do adulto.